Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para alguém perto do mar.

Ó tu, bela flor da maresia,
És o vento, és a via.
Minha Via esquecida,
Não levada na certeza
De que a vida só é pura
Quando existe tua leveza!

És tu, minha pedra não barroca
Mas também não definida,
que é leve como o vento,
O sentido pra uma vida.
Que é simples como a brisa
tanto quanto indefinida!

E se falo com destreza
é que a certeza me falta
Que eu vejo na impureza
A pureza que me cala.

Pois eu não vejo beleza
Num poema ou numa pauta
Eu só vejo a certeza
no que a vida não me fala.
Melques Aleixo
Enviado por Melques Aleixo em 14/11/2007
Reeditado em 18/02/2009
Código do texto: T736904
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor. (Completo)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Melques Aleixo
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 29 anos
16 textos (973 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 02:00)
Melques Aleixo