Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÃE


Criatura que outrora majestade,
Suspirava juventude qual pétala orvalhada.
No colo sublime estava o desejo e a verdade.
Olhar fugaz atravessava a primavera!


Em busca suave bela!
O perfume que exala o amor;
Jovem e bela;
Procura desvendar a nuvem.


Surge belo radiante zangão e faz...
Bela agora sabe que ser mãe supera a mulher.
Quem dera tantas primaveras...
Tanto amor...


Nas asas cresce novo fruto.
Novo homem real que faz.
Na vida, triunfar o bem.
A mãe que bom tê-la.


Não tão jovem, mas nas asas;
Que outrora se fez luxo;
Mostra agora que só mãe
Tem tanta luz:
Na cor,
Na dor,
No bem.



Sonia Ruedas Meneghini
Enviado por Sonia Ruedas Meneghini em 15/11/2007
Código do texto: T738929

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ruedas Meneghini
Barueri - São Paulo - Brasil, 55 anos
89 textos (4132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 14:45)
Sonia Ruedas Meneghini