Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODOS OS SENTIDOS



Me arrumo, me visto
Me olho no espelho
Desejando o momento
De você me desnudar

Adianto o relógio
Se durmo ou se acordo
Meu bem não demoro
De você me lembrar

Respiro ofegante
De olhos cerrados
Vivendo pecados,
Luxúria e prazer
De outra vez em você
Eu me enlaçar

é tão boa a sensação
Dos teus beijos, tuas mãos
Acelerada pulsação
De amar, e gozar!

Tua boca em meu peito
E se me pegas de jeito
Meu bem enlouqueço
Quão bom é te amar!

Tranqüila no fim
Descanso no sono
De mim me abandono
Encharcada de ti

Sorriso no rosto
Me levanto contente
Sonhando acordada
Em te ter novamente

Que chegue a noite
E me venha você
E nesse novo encontro
Me entregar ao prazer


                                             Analúcia Azevedo. 13/08/2007.
p.s: Essa foi a primeira poesia que fiz pra vc.
Analúcia Azevedo
Enviado por Analúcia Azevedo em 16/11/2007
Código do texto: T739124
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Analúcia Azevedo
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 43 anos
127 textos (12370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:37)
Analúcia Azevedo