Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu te amo – Parte II

Parece loucura
Mais não existe nada mais sensato
Embora as pessoas ainda julguem
Declaro-me um homem totalmente apaixonado.

Não tenho vergonha de expressar o meu amor
Pois não devo explicações para o mundo
O que importa é que estou do lado de quem amo
O resto sim é absurdo.

Sou homem a moda antiga
Daqueles que recita versos e faz serenatas
Aquele que expressa o que sente
E é fiel a sua namorada.

E a cada palavra que escrevo
Sinto o coração pulsar no peito
Como se fosse ondas que levam da beira
Todos os meus desejos.

E a poesia que fica imortalizada
Nos traços humildes deste papel
Brilha como se fossem as estrelas
Que iluminam o céu.

Então é sem vergonha alguma
Que diante dos preconceitos egocêntricos do mundo
Considero-me um ser estranho
Porém que não têm vergonha de dizer
Eu Te amo.

(Dedicatória a Minha Noiva e Também Poetisa Tatiana Rodrigues)
Nilmário Quintela
Enviado por Nilmário Quintela em 16/11/2007
Código do texto: T740078

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nilmário Quintela). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilmário Quintela
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
214 textos (19308 leituras)
1 áudios (707 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:46)
Nilmário Quintela