Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO TIVE CORAGEM


 O sol brilhou mais do que de costume,
A lua insistiu  na noite,
As estrelas chegaram ate mim,
E eu abri a boca  no seu som.

Recolhi as pedras do caminho,
Juntei as folhas das  arvores,
Iniciei um novo diário,
E segurei sua mão.

Contei os navios no horizonte,
Abri os portos da minha alma,
Coloquei carta no correio,
E colei selo com um beijo.

Rasguei roupas costuradas,
Inovei no visual mais azul,
Viajei do norte para o sul,
Foi a vontade de novas moradas.

Compus uma nova poesia,
Segui inspiração que clama,
Troquei noite pelo dia,
Respondi ao  nome que me chama.

Troquei o frio pela brisa,
Acalmei furacão que devasta,
Fui a busca do que suaviza,
E achei coração que me basta.

Tornei-me homem na medida certa,
Quando tive coragem.
Descobri uma mulher,
Sem visão de miragem.


Di Camargo  25/11/2007




Di Camargo
Enviado por Di Camargo em 25/11/2007
Código do texto: T751516
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Di Camargo
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 66 anos
430 textos (64069 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:00)
Di Camargo