Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor a la mexicana

Onde é que você esteve, José?
Você nunca tem receios?
Brinca comigo, me faz de idiota
Destrói todos os meus anseios
Faz da minha vida uma chacota!

Eu sei que tudo isso é apenas chamariz
Maria, já não consigo suportar
nem mesmo o seu nariz!
Receios? Apenas em relação ao nosso amor
esse que, faz tempo, quero exorcizar!

Canalha, lodoso
Ai, agora o que sinto é nojo!
Toma! Leve este vaso (estouro!)
Espero que faça, na sua cabeça,
um estrago duradouro

Cuidado, sua doente!
Para que tanta efervecência?!
Se não fosse tua mira ineficiente
Isso quase vira caso de delinquência!

Eu não queria te machucar, amor
Minha raiva me cegou
Vem aqui, deixa eu de ti cuidar
Enquanto juntamos os cacos do que restou

Sabes, Maria, tu já não me pareces tão ruim assim
Agora já não consigo me imaginar
Me parece uma situação tão sem fim
Viver sem tua furiosa voz escutar

Vem cá, deixa eu tirar teu vestido
Deita nesta cama
me faz de bandido
Eu te amo, estou convencido.
Daiane de David
Enviado por Daiane de David em 25/11/2007
Código do texto: T752011

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane de David
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 27 anos
24 textos (1317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:26)
Daiane de David