Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carro vazio

Ando triste pelas ruas da cidade
Procurando em vão felicidade
Andando por ruas escuras
Mim perdendo em suas curvas
Paro então numa encruzilhada
Olho pra frente e qual a estrada?
Vejo lembranças tuas num beco encostado!
Abri o sinal pra vida ao teu lado
Deixe o amor fluir calado
Não pense que o tempo esta estacionado
Mim sinto como um carro vazio por dentro,
Desgovernado e solitário!
Correndo na contramão de ao teu encontro
Pegue a direção minha pequena
Guie minha vida tão amena
Mostre o caminho da minha felicidade
Abri o sinal pra vida ao teu lado
Deixe o amor fluir calado
Não pense que o tempo esta estacionado.
poeta plebe
Enviado por poeta plebe em 27/11/2007
Reeditado em 13/02/2008
Código do texto: T755087
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta plebe
Abreu e Lima - Pernambuco - Brasil, 40 anos
108 textos (2545 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 22:30)