Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos de mar

Ohh meu belo eu sem o qual nao sou ninguem,
Vem com seu cheiro de agua fria esparramando-se pelo chao
Que a noite nos espera com somente um coracao na mao.
Brindando a mare que insandecida com teu nome vem.

Que no mar do teu oceano eu vivo contido,
Nas ondas de teu corpo que me encharcam de desejo.
Eu que lançado no mar em ti desaguo como um beijo
Pois antes mesmo de ti conhecer, em ti ja havia vivido.

Eu que no mar singelo me banho com teu mel
Me adoço suavemente nos teus olhos de aguas claras.
Porque vi teus labios de sangue em mil e uma caras
Enquanto nadava no teu mar de estrelas desenhadas num papel.

Pois sao teus cabelos longos que te cegam como cachoeira
Onde eu impreciso e covarde me pergunto sobre a vida.
E se eu penoso, trago comigo os labio brancos da partida
É porque entre nos ainda há a distancia de uma frase inteira.


Luiz
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 27/11/2007
Código do texto: T755243

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 08:47)