Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Onde Anda Você

Um dia o amor terminou
porque não resistiu a continuar
da forma como iniciou e foi vivido.
 
Ele foi tão idealizado,
que um amado olhava para o outro como se
fosse a imagem do que ele desejava ver.
 
Assim, deixaram-se de se amar
quando esse complicado objeto de desejo
deixou de ser refletido no outro.
 
E, então, cada um foi para o seu lado,
a procura de um outro espelho
para refletir os mesmos
desejos egoistas de sempre.
 
Creio que essa natureza fugidia do amor
tem muito a ver com o desejo da posse.
Por isso, imagino sentimentos desprovidos
do desejo ou da certeza de um ser apenas do outro.
Afinal a sabedoria nos ensina que "não
é possível possuir nada, nem nós mesmos".
 
Imagino procurar em Você, não a imagem
desse amor globalizado que todos sonham.
Imagino gostar de ouvir Você falar dos seus caminhos,
das suas experiências amorosas, tesões,
e que isso tudo me excitasse, ensinasse e estimulasse,
no lugar de provocar ciúmes fúteis e possessivos.
Imagino olhar para Você e ver uma amante,
não minha mulher, meu objeto, ou a minha dona.
 
Ando imaginando muito e praticando o oposto!
Nem sei se conseguiria viver
como imagino o melhor jeito de ser!
Além disso, ONDE ANDA VOCÊ
querida imaginária?
Jotabe
Enviado por Jotabe em 24/11/2005
Reeditado em 04/12/2005
Código do texto: T75549

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jotabe - http://www.recantodasletras.com.br/autores/jotabe - Não é permitido modificar este trabalho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jotabe
Brasília - Distrito Federal - Brasil
682 textos (142784 leituras)
5 áudios (7425 audições)
23 e-livros (40689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:35)
Jotabe