Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beijo de Reconciliação

Da vida dos amantes
Há algo a ser visto
É algo mui importante
Sem tempo pra imprevisto
É o tal do beijo ardente
E mãos que fazem o revisto

Depois da briga arretada
Choro, fuga e mal criação
Lutadores caídos e perdidos
Param e olham sem ação
Silêncio q invade a sala
É tempo de reconciliação

As palavras ficam entaladas
O devorar de olhos vem a ficar
A aproximação corpo a corpo
Pele com pele tornam a tocar
Respiração ofegante e rápida
Lábios que vão se enamorar

Na leveza isso se torna sonho
Desculpas e desculpas vêm
Entre os braços e abraços
Antigas promessas se mantém:
"Isso não vai aconteçer de novo
Quero você e mais ninguém"

Fechando-se do mundo de fora
Entregam-se agora é de vez
Agora entendo o que aconteçe
Brigar tanto de amor talvez
É o desejo do beijo de novo
Pro amor que sempre se refez!
Eduardo Oliveira
Enviado por Eduardo Oliveira em 28/11/2007
Código do texto: T756172

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Oliveira
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 27 anos
123 textos (5884 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:26)
Eduardo Oliveira