Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRELAS (Comente)

As luzes não param de piscar
Duas estrelas numa face
Dois sóis em disfarces
Num semblante de mulher

Com brilhos multicores
Desordenados, singulares
Seduções têm estes olhares
Pecado que minh’alma quer

As luzes não param de brilhar
Parece um conflito de estrelas
Tais quais doces centelhas
Um prazer desumano, imortal

Tal qual esteve Narciso a fitar
Olhando-a imagino o paraíso
A lua sucumbe ao teu sorriso
O sol, ao teu olhar natural.
POETA URBANO
Enviado por POETA URBANO em 28/11/2007
Código do texto: T757003
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA URBANO
Camaçari - Bahia - Brasil, 42 anos
532 textos (13156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 11:59)
POETA URBANO