Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                                        
Você e Eu...
 

Somos fortalezas, sim! 

Mas, também, somos dependentes...
 
Dependentes de um afago, de uma palavra doce, 

de um olhar perdido... 

O seu olhar perdido! 

Perdido em adivinhar os meus pensamentos, 

a minha vontade, o meu íntimo... 

E se achar!
Se achar nos meus olhos, 

no meu rosto, em mim...  

Ah, isso não é o fim! 

É um recomeço do que parecia perdido;
 
É a certeza de que você ‘se conter’ 

é mais do que um desligamento, 

é
menos do que falta de atenção, 

é mais do que tudo o mais... 
 
Eu precisava entender! 

Eu entendia, mas precisava ler nos seus olhos, 

ver no seu semblante, sentir nos seus gestos...
 
Sentir o seu receio de se perder e não mais me achar!
 
‘Quando eu percebi estava longe de mim...’ 

Não, você estava mais perto de si!
 
Você estava externando mais do que um gesto, 

mais do que um olhar...
 
O perder fez você falar! 

O falar fez você se entregar!
 
Uma entrega repleta de sinceridade, 

de pureza e de humildade...
 
Uma mistura de sentimentos extravasados 

de forma delicada
e, ao mesmo tempo, inesperada... 

Inesperada para mim e para você...
 
Foi surpreendente, mágico, natural!
 
Você, enfim, tem a doçura do melhor mel, 

o fascínio das estrelas, 

a calmaria da brisa 

e o meu
AMOR!
 

29.11.2007
Ana Costa
Enviado por Ana Costa em 29/11/2007
Reeditado em 24/01/2008
Código do texto: T758292
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Costa
Maceió - Alagoas - Brasil, 56 anos
125 textos (433578 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:47)
Ana Costa