Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinfonia das Noites

Como uma nota sutil de um acorde delicado
Entrelaçamos nossas mãos como às notas de uma sinfonia
Onde cada detalhe nos completa, e nos remete
A uma nova pauta de fusas, bem menos confusas
Que o espaço que nos delimita e imita
As linhas que nos prenderam nesse papel.
Seis linhas, cinco espaços entre carícias e abraços,
Um arpejo em Lá menor abre o sol
Em um novo espaço e sobre a gravidade
Dos baixos voamos estridentes
Como breves ascendentes pontuadas a vários tempos...
As barras já não eram obstáculos, e contra a Física
Atravessamos o vácuo que o silêncio da noite impôs...
E com o calor das vibrações criaram-se ligaduras
Em nossos corações que nenhuma nota negativa desfará.
E o astro do dia deu fim à melodia em um caloroso rallentando,
E a verdade nos surgiu flutuando nas linhas de uma flauta doce
Em seu solo de solidão...



Lepão
Enviado por Lepão em 01/12/2007
Reeditado em 08/11/2010
Código do texto: T760587

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lepão
Birigui - São Paulo - Brasil
17 textos (741 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 10:44)
Lepão