Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema relampago

Tremeluzir no átimo
o substrato do poema
relâmpago.
O instante no rosto, o verso rápido
a discernir na pele o intimo tom
da maciez constante.

Reverberar de amor, mulher, sendo o amor
qual um eco de tambor perdido.
E revelar-te plena de vida
de tez túrgida e seio
inebriante.
Teu tiro certeiro, mulher, sabe-lo
pelo estampido
ainda que me fora distante;
ainda que assim tão fagueira
ou que etérea
e rasteira
ainda que afiada adaga
mulher, de língua tão ferina
e assaz
cortante.
RicardoSReis
Enviado por RicardoSReis em 05/12/2007
Código do texto: T766541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RicardoSReis
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
25 textos (910 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 17:05)
RicardoSReis