Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paixão

Deslumbre súbito, singela tormenta,
Que surge silente, delicada e violenta!
Não possui qualquer arauto e atormenta
Um peito que mais dor não agüenta.

Ah! És calor que não esquenta?!
Broto que cresce frágil e sustenta
Uma doce esperança que ostenta
Um sorriso tímido de quem tenta?!

Tenta sentir, sorrir, amar, queimar!
Ah! Arder em vívido júbilo pelo ar!
Ter sonhos perenes, sem segredo!

Portanto, não chegue a decepcionar,
Pálido coração que só deseja amar
E se libertar de todo horrível medo!
Flávio Leal
Enviado por Flávio Leal em 28/11/2005
Código do texto: T77966
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Flávio Leal
Recife - Pernambuco - Brasil, 33 anos
10 textos (538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:08)
Flávio Leal