Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não sentes como eu sinto

Se queres as palavras que nascem em mim,
tomes respeito no que sinto em cada uma;
não desdenhe, e nem ao menos zombe assim...
se o que te digo soa leve como bruma.

Uma hora tu és vinho, e noutra tu és água,
doce te sinto e de repente, sem sabor;
e dentro de mim, só deixas-me tanta mágoa...
a deixar rolar em lágrima...tanta dor.

Que diferença faz se te toco ou se te sinto,
se sustentas em não querer comigo estar;
tudo que te digo é verdade...eu não te minto...

Este amor que sinto, só eu que posso amar;
Eu me perco como louca em teu labirinto...
perdida...sem saber como te abandonar.
Anna Müller
Enviado por Anna Müller em 03/12/2005
Código do texto: T80462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Müller
Boa Vista - Roraima - Brasil, 52 anos
89 textos (4243 leituras)
11 áudios (4397 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:01)
Anna Müller