Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bariloche

Uma janela para o mundo
Eu te abri
Do teu sono profundo
Te sacudi
Pérolas do mar fundo
Desvendei pra ti

A droite e a gauche
Comecei por Bariloche
Aprendeste que a neve
E o zero grau são irmãos
E que o tango e o samba
Se dão as mãos

Vozes estrelas flores
O mundo se desata em cores
A alvura do monte gelado
O lago encrespado
A lareira acesa
O churrasco na mesa
A lã nas vitrinas
As sombras vespertinas

Do austral ao dólar
E do dólar ao cruzeiro
Fervilha o cérebro brasileiro

Em Buenos Aires conheceste
O Caminito a Cumparsita
E o Uno
Que da linguagem universal
Se faz tribuno
E as lágrimas escorreram
Nas minhas faces
Sentindo a música
Unificar as classes

Vibrei ao Dia que me quieras
Porque já me quiseste
E à Noche que me quieras
Porque já me tiveste
A luz a dança
O teu deslumbramento
Fazendo o meu momento...
Leatrice Moellmann
Enviado por Leatrice Moellmann em 05/12/2005
Código do texto: T81315
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Leatrice Moellmann
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
8 textos (237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:24)