Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Amor

meu amor
a vida nos deu um ultimato
vem deitar tua cabeça em meu peito
e perscrutar minha alma
ela grita por nossa sensibilidade
nosso amor inato
que não seja um aparato qualquer
que seja um sensato despertar de nossos corações
para a felicidade incandescente
abrasante à flor da pele
incessantemente a nos colorir a dor
deixemos de lado o dissabor
improváveis nuvens nos acobertam
meu amor
nossas vidas acontecem amalgamadas
as paredes se diluem no cantar de nossas noites
todas as janelas se prontificam em azuis e verdes
e serpenteiam luzes em consumações de nós
meu amor
vamos impreterivelmente possuir perdões
nosso ato de amar pede vitoriosas explosões
para nos conferir todo um protetor prazer incansável
somos uma só constelação de imagens nuas
tuas luas se assemelham a meus sóis
e nós dois penetramos todos os buracos brancos
em todas as adimensionais e temporais sensações prediletas
que de nosso amor procriam desejos eternos
de nos apaziguarmos felizes
e ficamos eternamente assim
felizes em nossa paz
sobreviventes guerreiros de muitas glórias
meu amor
a vida agora nos dar uma poesia
a alegria de sermos um do outro
para sempre
Carlinhos Pink
Enviado por Carlinhos Pink em 11/12/2005
Código do texto: T84282
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlinhos Pink
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
49 textos (1337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:23)
Carlinhos Pink