Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ouço A Tua Voz

ouço a tua voz
aprazível e sagaz
em meu coração apaixonado
e mesmo essa distância, efêmera e doída
nunca me emudece ao gritar teu nome
José, a tua voz insigne e competente
por todos esses dias
me capitania por sonhos lindos o meu amor por ti

ouço a tua voz
impaliável e conativa
em minh’alma doce vivificante
e mesmo esse tempo, silente e determinador
nunca me empalidece ao conceber teu nome
José, a tua voz afável e desabotinada
por todas essas horas
me evidencia por belas imagens o teu amor por mim

ouço a tua voz em idílicas confluências de nós
imperiosamente afortunando nossas sendas idas e vindas
profusa e continente presenteando-me a tua pessoa
José, meu melhor natal é a confirmação de nosso eterno amor
a tua força energiza o meu passional desejo de te amar
a tua voz ovaciona e premia nossa união inabalável

ouço a tua voz em impolutos colóquios de nós
graciosamente conscientizando nossos sintomáticos olhar e tocar
dinâmica e ocorrente memorizando-me a tua pessoa
José,  teu melhor natal é a sensorial e espiritual bipolaridade de nosso amor
o meu poemar compactua com a tua ânsia de me querer bem
a tua voz alimenta e acalanta nosso irresistível magnetismo incondicional

ouço a tua voz cada vez mais construindo em mim
todos os nossos amanhãs cada vez mais perpetrando em ti
todas as nossas noites cada vez mais anunciando em nós
os despertares dos deuses ao nosso grande amor

ouço a tua voz cada vez mais constituindo em ti
todas as nossas tardes cada vez mais apaziguando em mim
todos os nossos pores-de-sol cada vez mais colorindo em nós
as nuances das divinas gotas de orvalho de nossa grande história

ouço a tua voz toda vez que a saudade me impressiona
ouço a tua voz em todo canto que a passarada me embala
ouço a tua voz em toda brisa morena que emana de teu sorriso
ouço a tua voz todo instante que leva e eleva o nosso amor para o mundo

ouço a tua voz como uma alegoria celestial e sublime
condizente comigo o teu reconhecer a nossa paz e perenidade
José, tua luminosidade me concentra o melhor de mim em teu fulgor

ouço a tua voz como um realismo fantástico e cadente
insistindo contigo a minha revelação de nosso universo imortal
José, meu incólume amor por ti nos aprimora o melhor de nós para todo o sempre

ouço a tua voz
em cascatas insulares de nossas considerações do amor
beijo-te ao olhar-te o interior magnificamente mor
acariciando em minha pele a tua pele em resolutas continuidades
adocicando nossas canções embaladas em nossas passionalidades
eu te amo e a noite vem rápida e certeira amalgamar nossos corações
eu te amo e o sol intenciona tonificar todas as rosas em botões
eu te amo e eu te amo
e ouço a tua voz
suave e certa
e eu
suave e certo
de que me amas também
Carlinhos Pink
Enviado por Carlinhos Pink em 11/12/2005
Código do texto: T84286
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlinhos Pink
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
49 textos (1337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:48)
Carlinhos Pink