Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Absoluto

A Eterna batalha
Que a alma
Sempre trava

O mar, calmo e violento
Esse sentimento

Caminhos imparcias
Todos tão diferentes
Mesmo assim
Nos tornamos
Todos iguais

Na cama
No Sofá
E na varanda

Aquele espaço vago
Quando olha pro lado

No canto da sala
Correr e se abrigar
Nos retratos da mente
Ao menos um lugar seguro
Para ficar

Revendo os filmes da sua vida
Percebendo os detalhes inéditos

Pausando naqueles momentos
E os tornando eternos

No seu acervo de memórias
Que se busca
Acalmar o mar

Que se sabe
Que tudo passa
E das poucas verdades absolutas
Descobrimos
Que sempre vivemos
De par em par.
Dan
Enviado por Dan em 25/12/2005
Reeditado em 29/12/2005
Código do texto: T90245
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dan
Atibaia - São Paulo - Brasil
18 textos (850 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:44)
Dan