Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enigma

Amanheceu, lá fora chovia
O tempo tal como eu
Parecia querer a tua companhia.

Soprou forte o vento
Pensando poder-te levar
Num efémero esquecimento,
Mas, a duradoura vontade
De rapidamente te encontrar
Jaze em todo e qualquer momento...

Bate à porta sem parar,
Não espera que vá abrir
Veio para ficar,
Faça chorar
Ou faça sorrir!

Se é tempo de mudança
Meu comboio oscila fortemente,
Descarrilo na temperança
Da tua lembrança
Na minha mente.

Amar é assim
Algo que não sei descrever
É ter-te perto de mim,
Para nos teus braços me perder!

DEDICATÓRIA: Em cada um dos versos que aqui pinto com minha mão calejada, faço a coloração do meu sentimento por ti, minha alma gémea amada.
artescrita
Enviado por artescrita em 05/01/2006
Código do texto: T94707
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:15)