Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confusão


Queria não sentir.
Queria que os meus sentidos
se apagassem
como a chama de um fósforo
e não conhecessem o proibído.
Precisava de não estar contigo
mas tenho de o fazer
para saber se te quero.
Mas não quero e não posso
porque, se quiser,
sei que não te terei a meu lado,
nos meus braços.
E confundes-me com o olhar
e afastas-me com as palavras
e voltas a confundir-me
com os teus gestos
que parecem mímica
ou que desejo serem.
E minto a mim mesma
através da minha racionalidade
e dos sentimentos dos outros
e, provavelmente, dos teus.
E não sei se minto
porque não sei o que sinto
e não esqueço o que quero sentir.
E a tua voz e o teu sorriso
que, outrora, pareciam banais,
ganham vontade própria e vida
e dormem no meu pensamento
e morrem quando me lembro
da dúvida,
da confusão,
do proibído.



25 de Agosto de 2003
Vera Lorena
Enviado por Vera Lorena em 13/01/2006
Código do texto: T98218

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Lorena
Portugal
31 textos (930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:03)
Vera Lorena