Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Calmaria"

Vem... Vem que te quero.
Oh! Calmaria...
Necessito de ti mais do que nunca
Oh! Calmaria!

Andei percorrendo o mundo
Cansei-me e estou voltando
Fizeram da terra este espaço imundo
Em que por anos andei vagando

Agora quero ouvir o silêncio!
Apenas o som do nada.
O nada que o vento traz
E um minuto de paz!

Trago a bagagem dos anos
Dos tempos que foram e voaram
Trago no peito um coração apertado
De lutas que não se acabaram

Oh! Calmaria!
Venha em minha direção
Suplico-te aqui de joelhos
Pra que me dê tua atenção.

Por vezes, quase desisti,
Mas continuei em frente
Pensava confiante em ti,
Pra não sucumbir de repente.

Oh! Calmaria!
Venha pra meus medos afugentar.
Venha me permitir descansar,
Pra depois eu recomeçar!

Nos caminhos que percorri
Tu sabes o quanto sofri!
Necessito tua presença aqui
Pois que ainda não morri!

Eliana Braga
Gaivot@
Cps/Sp
04/03/06
21:44hs

Poema dedicado ao amigo irmão Eddyr "O Guerreiro"
Gaivota
Enviado por Gaivota em 08/03/2006
Reeditado em 01/03/2007
Código do texto: T120428
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gaivota
Campinas - São Paulo - Brasil
115 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:50)
Gaivota