Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARAÍSO

Há um lugar onde nasce um rio
em cuja nascente banhavam-se índios.
Onde corredeiras, que se lançando ao abismo,
dão à luz cachoeiras;
tecido de água fria que se espalha no ar formando um veu
até que encontre a rocha
e corra em riacho formando vales
cortando a terra, refletindo o céu.

Há um lugar onde tagarelam maritacas no forro do casarão, como senhoras a botar as conversas em dia.
No quintal, passeiam siriemas.
Ecoam pelas paredes seu canto triste
a me dizer pra não ir e, se for, para voltar.
Há um lugar onde estive e de onde parti,
mas meu coração quis ficar...

Há um lugar de paz, de lembranças,
de reencontro com pessoa querida;
onde o sonho se torna real
por curto espaço de tempo.
Um lugar onde o cheiro da terra gruda em nossa pele
e não sai mais.
Um lugar onde a natureza encantada se mostra;
onde a simplicidade comove nossos olhos;
onde a vida passa e as pessoas permanecem pessoas.
Um lugar onde ficou meu encantamento.
Lugar que possui dono, mas dizemos: é nosso.

Há um lugar onde ficaram meu e teu sorrisos;
onde ficou comigo a alegria da presença tua.
Onde uma criança voltou, passeou e brincou.
Há um lugar onde estive e deixei parte de mim.
Onde ficaram sonhos e felicidade.
É esse lugar que guarda grande parte da minha saudade.
Tudo ficou lá: sonhos, vida, presença amiga.
Só eu tive que ir embora.
 
Ah... meu São Benedito...
Porque me mostrastes em bolhas de sabão
a vida que sempre desejei? Frágeis bolhas!
Um dia, hei de soprá-las novamente;
e me perder em suas cores e aproveitar
e jogar para o ar o que me resta de juízo,
até que se rompa de novo a fina pele da realidade,
do tempo cruel, do alicerce de sonhos
que sustenta a visão do nosso paraíso.


JD - 06/04/2006 14:56
(Dedicado a minha amiga Fátima)

(Re-Postado no original, a pedido dela)
Jose Dias
Enviado por Jose Dias em 07/04/2006
Reeditado em 05/05/2006
Código do texto: T135347
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Dias
Presidente Prudente - São Paulo - Brasil, 53 anos
30 textos (22869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:28)