Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gabriela

E eu que me achava coerente
Quando vi teus cabelos cheios pela primeira vez
Teu nariz empinado, prepotente
Tentei te odiar

Tentei maldizer para mim mesmo
Teu jeito de ser, o orgulho na tua voz
Mas minha língua travava
Com um não-sei-o-quê de relutância

E eu que me achava coerente
Vi-me tornar um paradoxo
Ao sorrir dizendo Gabriela

Pois és tudo o que nunca procurei
E eu que achava que me conhecia
Fui me conhecer por dois olhos castanhos

Thiago Zanetti
Enviado por Thiago Zanetti em 15/05/2006
Código do texto: T156467
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Zanetti
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 30 anos
212 textos (41334 leituras)
68 áudios (7571 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:06)
Thiago Zanetti