Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

redemunho póstumo a syd barrett*

"It’s awfully considerate of you to think of me here
"And I’m almost obliged to you for making it clear that I’m not here"
                    (Jugband Blues — Syd Barrett)


nos manicômios da memória
os cogumelos
delirantes
penetravam no absurdo     e uma prece se erigia
para a lua
lobisomem     eram uivos de meninos
e eram lobos na floresta
entre as bruxas davam danças
entretendo ao anjo
lúcifer,
e dionísio, o jovem belo, de entre os sátiros e ninfas
amoldava com o vinho
um novo barro     viés fosfóreo
da promessa da poesia
dos clowns ébrios
e as sonoras
prostitutas incorpóreas
que espargiam     como a etérea companhia
do errabundo sem morada
que no acorde da guitarra
memorava, aos manicômios da memória,
que o corpo pétreo diluíra
na viagem
de ir sem volta para dentro     do outro mundo
para dentro
do outro mundo inconsciência,
era a demência,
bem o possa,
era o menino uivando à lua
na floresta,
a benzedura controversa dos escuros, ventania,
syd morre,     ventania
que expirou.


*não saberia como dar-lhes conhecer o amigo syd barrett, falecido há poucos dias, aos que o não conhecem, senão como a alma volitiva primeira do psicodelismo poético da música popular, ou do progressivo nada popular do grupo inglês pink floyd, de quem syd é deveras fundador.
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 16/07/2006
Reeditado em 16/07/2006
Código do texto: T195321
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45249 leituras)
17 áudios (887 audições)
14 e-livros (768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:14)
andré boniatti