Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Líbano



Uma Terra que gira, imensa
No espaço esponjoso de sóis.
Nós, alheios. Pisamos seu lombo como gatos,
Arrastamos temores
Criamos compromissos banais
Fazendo de conta negócios.

O mundo mora no horror.
Atmosfera de feras
Vultos, conspirações.
 Líbano de flores mortas.
Crianças despedaçadas, avós,
Vísceras soltas, caras cinza
Corações mudos.
Lágrimas de pó, endurecidas
Como garras e facas
A sós.

Não sei com que braços,
Recolhe teus pedaços, Líbano.
Não sei com que sangue
Voltarás a latejar.
Talvez
Nos olhos bola- gude
De tuas crianças vivas
Na poeira das saias
De tuas fortes avós.
Talvez na consciência perdida,
Algum dia,
O mundo- te peça perdão.




Marieta
Enviado por Marieta em 05/08/2006
Código do texto: T210048
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marieta
São Paulo - São Paulo - Brasil
15 textos (224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:39)
Marieta