Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FILHO QUE ESTÁ GUARDADO

Pouco mais que um menino era eu ainda
Quando sonhei contigo, te imaginando aqui.
Na verdade eu era ainda um menino
E sonhei em Ter-te no colo a sorrir,
Te abrigar nos braços antes dos vinte anos,
Correndo contigo bem pouco depois.

Quantos planos fiz pra ti , meu bem amado
Quantos planos juntos por nós realizados;
Quantas coisas boas, sorrisos e abraços
Sem Ter despedidas, sofrer e cansaço.
Ia confidenciar-te antes dos quarenta
Contar-te das poucas e boas que a vida apresenta.

Queria ser teu amigo mais chegado,
Em que depositasses completa confiança,
Crendo de verdade, sem temer perigo.
Queria te ensinar sobre os caminhos tantos
E pessoas tantas, parentes e amigos.

Pensei que falaríamos como dois adultos.
Tu com trinta anos e eu, talvez, cinqüenta.
Tanto nós diríamos de um pensar ponderado.
Tantas novidades me trarias guardado
E eu te contaria tudo do passado.

Vinte e dois anos se foram, querido.
Passou tanto tempo e ainda não te tenho.
E em todos esse dias só hoje te fiz um poema,
Quando prestes chegas e já tenho quarenta.
Terei sete e zero quando tiveres trinta,
Se alcançar a bênção de ainda estar aqui.

Mas embora a idade quero ser-te amigo.
Pai que jamais falha, provedor e abrigo.
Quero ser como o Pai que a todos tem amado,
Que tudo melhora, lapida e perfuma,
Amigo infalível, o grande Pai do céu.

Peço a Deus a força para ser teu pai,
Pois quero ensinar-te como meu pai me fez.
Quantas coisas boas vistas desde a infância,
Toda esta beleza que no coração senti,
Com amor guardado vinte e dois anos pra ti.

Wilson Amaral
Breve Jesus Voltará
Enviado por Breve Jesus Voltará em 13/09/2006
Reeditado em 30/11/2006
Código do texto: T239597
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Breve Jesus Voltará
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
1124 textos (254427 leituras)
5 e-livros (9343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:32)
Breve Jesus Voltará