Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sensibilidade

 
 
 
Lá estava você...
Estava tremulo.
Ao sentir sua presença, coração disparou  sem controle.
Meus olhos se cruzaram com os seus.
Uma sensação de aconchego se apoderou de meu coração.
Meus olhos teimam em se encontrar com os teus.
Trêmulas de emoção, minhas mãos estão.
Sinto a mesma  em tuas mãos.

Enquanto isso...
Ouço a musica ao longe, apesar de tão perto.
Sinto até o pulsar de seu coração...
Sei de seus dons e de seus sentimentos;
Sei de sua capacidade de avaliar e de perceber as pequenas coisas;
Muito mais do que isso sabe, que pode ver as pequenas coisas muitas vezes, com o olhar diferente a cada  momento.
Sabe olhar com olhos de artista.
E por isso, fico feliz.

Mas meus olhos teimam em encontrar-se com os teus.
Meus olhos querem dizer muitas coisas, mas não é preciso.
Nossa sensibilidade, nos diz que não precisamos dizer nada ao outro.
Sua sensibilidade lhe dirá, com certeza, que não procuro novas paisagens.
Que não preciso procurar novas paisagens.
Que preciso apenas ver e sentir a que esta pronta.

Quero  sentir com a sensibilidade de meu ser,  a paisagem,  que,  por causa de uma pressa sem razão, rapidamente se passou. Quero ver o mundo novamente com os olhos de quem
vê o mundo pela primeira vez... ou simplesmente com os olhos de um artista.


Para:
Maria Teresa.
Você me ajudou a ver com outros olhos, a vida

Geraldo Rosa - 07 de julho de 2006.
 
geraldo rosa
Enviado por geraldo rosa em 14/10/2006
Reeditado em 21/01/2007
Código do texto: T264528
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
geraldo rosa
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 55 anos
60 textos (4847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:47)
geraldo rosa