Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emissário

Em desespero te nomeei emissário da minha alma,
A ti confiei o nobre penhor do meu arrependimento
Lancei aos caminhos do mundo, a palavra que acalma,
Cruzando mares e continentes, a luz do meu sentimento.

Foste o nobre e fiel conselheiro, pronto e sincero amigo,
Para locais distantes partiste, levando o meu presente,
Fiquei esperando ansiosa, notícias do tal que não consigo,
Deixar de ter na minha vida, embora distante e ausente...

Por isso embora estejas desaparecido nas florestas tropicais
E eu aqui sempre contendo a ansiedade, por tempo demais,
Se hoje ainda continuo tua discípula e amiga, como outrora...

Apenas peço algumas palavras sobre a missão que te confiei
Porque tanto tempo passado, o que pensar eu já nem sei...
Se espero, confio, esqueço, ou se deixo o sonho ir embora...
Fada das Letras
Enviado por Fada das Letras em 08/10/2005
Código do texto: T57772

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fada das Letras
Almeirim - Santarém - Portugal, 60 anos
243 textos (32149 leituras)
3 áudios (178 audições)
5 e-livros (288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:42)
Fada das Letras