Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Lua que te dei


   

A LUA QUE TE DEI

Eu, hoje, novamente observei a Lua;
De uma forma, porém, extremamente diferente de outros dias;
Formando um imenso cordão as estrelas às cercavam, como um escudo de proteção;
Esbranquiçados, alguns fiados de nuvens faziam sobras
construindo uma enorme cortina de gotículas brilhantes;
Um belo espetáculo para um observador da natureza;
Preenchia o seu núcleo, um desenho, demonstrando um cenário de um mundo perdido;
Desconhecido apenas pela minha humilde imaginação;
Admirava, eu, o ícone da natureza, enquanto uma linda e doce voz soava nos meus ouvidos;
Seria um deslize do criador, se por trás daquela linda voz não existisse uma linda boca;
E por trás dessa linda boca não existisse um lindo rosto;
Que por sua vez seria de uma linda mulher;
Uma mulher merecedora dos meus conceitos que são voltados totalmente para as coisas belas da vida;
Seus olhos transpunham o brilho da lua e suas belezas são incomparáveis;
Estupidez seria a minha se por um descuido colocasse você e a lua sobre uma balança;
O volume de massa em qualidades seria certamente erradicada;
E por alguns instantes fixei meus olhos com mais voracidade;
As pupilas dilataram-se, meu pensamento voou pela infinita velocidade da luz;
E apenas uma imagem surgiu no meio daquele pequeno mundo brilhante;
Seu rosto estampado como um anjo, uma deusa;
Só então percebi porque aquela lua se tornará tão diferente e tão importante para min;
Uma peça rara que surge sobre os olhos de um homem.
Adorei te conhecer.

Jacó
Enviado por Jacó em 10/10/2005
Código do texto: T58433
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jacó
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil
10 textos (2757 leituras)
1 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:01)