Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recife


Um dia...a calma
Outro...confusão.
Por que da vida temos
Essa díade?
Por que não percorremos
Estrelas que brilham
Na imensidão do universo?
E o universo humano?
Rios que serpenteiam
Por entre mangues
Que trazem o meu Recife,
Cão.
E o Cabral de longe
Suspira a falta
Da lama, do lodo,
Da comiseração
Do Recife.
A cidade maurícia
Que deixa aos homens
e mulheres,
A navegação de seus destinos,
Incompletos.

sonia barbosa
Enviado por sonia barbosa em 15/10/2005
Código do texto: T60043
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sonia barbosa
Recife - Pernambuco - Brasil
27 textos (2292 leituras)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:07)
sonia barbosa