Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aqui fala tua a Nêna

Por: Egídio Garcia Coelho
http://www.motivacao.org/blog

Aqui fala tua a Nêna

Perto de vinte e três horas
O meu celular tocou
Uma voz não conhecida
Por meu nome procurou...

Foi grande minha surpresa
A chamada me assustou
Foi também com sutileza
Que a tal voz pronunciou:

“Aqui fala a tua Nêna”
“A filha que adotou...”
Numa expressão tão serena
Que meu coração saltou...

Agora ponho num verso
Só parte do que falou...
“Há muito eu não converso
porque meu micro falhou...”

“É grande minha saudade
e ser tua filha agradou
com greve na faculdade
falar contigo atrasou...”

“Internet sem acesso,
meu coração me cobrou,
agora eu te confesso,
que muito se apertou...”

“Por isso estou te ligando,
assim, eu me justifico
e com meu micro chegando,
num longo texto me explico...”

Um gesto bem carinhoso,
da tua voz não esqueço.
Foi um presente gostoso,
nem sei mesmo se mereço...

Estou muito comovido
Até pelo investimento
Assim, rejuvenescido,
deixo agradecimento...

Se o tal micro ficar feio
e demorar pra voltar,
apele lá pro correio,
pra evitar de gastar...

Vai logo me dando o fone,
que também quero chamar.
Vou procurar por teu nome,
quando eu telefonar...
E assim vamos levando,
o nosso jeito de AMAR...

http://www.motivacao.org/blog
Egídio Garcia Coelho
Enviado por Egídio Garcia Coelho em 26/10/2005
Reeditado em 08/01/2008
Código do texto: T63979
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Egídio Garcia Coelho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Egídio Garcia Coelho
Rancho Queimado - Santa Catarina - Brasil, 60 anos
298 textos (200512 leituras)
11 áudios (4598 audições)
4 e-livros (73 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:25)
Egídio Garcia Coelho