Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFÂNCIA ROUBADA

Essa poesia foi feita para retratar a situação das crianças que embarcavam nas NAUS, no período das Grandes NAvegações, entre os séc XIV e XVIII, na disciplina Educação Infantil.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Fui gerada, me deram um nome.
Recebi amor, não me lembro ter sentido dor.
Cresci, meu corpo em profunda transformação,
Minha boneca fora esquecida,
quando cheguei numa embarcação.

A trajetória da minha vida,
Foi demarcada por poucas alegrias e muitas feridas.
Tinha um nome, depois me deram um codinome: Leopoldina, Grumetes,
Maria, Joaquina, Pagens, Órfãs do rei , João,...
Vivíamos todos os dias em busca da nossa salvação.

Nasci no século dezesseis,
Lá as crianças não tinham vez.
Fui explorada,
Minha essência não foi valorizada,
Expropriaram minha integridade,
Tive a identidade roubada.

Por um pedaço de pão,
Meus pais me entregavam à solidão,
Recebiam míseros soldos,
Para matar a fome do meu irmão.
A mim? Restava à dor, profunda repulsão.

Não soube o que era meninice.
Em atos grotescos,
Vivi na mais severa repugnância,
Homens cruéis, sem amor, me usavam,
Sentiam prazer, muita felicidade
Desde criança perdi minha virgindade.

Depois de ser abusada,
Retiravam-me dos seus navios
Lançando-me ao mar,
Não podia sobreviver,
Perdia o ar...
Pois, não sabia nadar.

Eu ainda sou uma criança,
Apesar de ter sido maltratada
Nos meus olhos, uma lágrima,
ainda  sou  acanhada.
O meu corpo é infantil,
Tenho essência pueril.

Em 08-11-07, Às: 20:46 h.
Heloiza Paiva
Enviado por Heloiza Paiva em 10/11/2007
Código do texto: T731200

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heloiza Paiva
Itapetinga - Bahia - Brasil, 37 anos
9 textos (1078 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:08)
Heloiza Paiva