Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O rei ébrio.


Corre tempo ébrio,
pois eu sou o palhaço das sete casas,
o rei das três esposas,
o plebeu de coroa.

Sou o poeta das três palavras
nas ruas dos sem teto.
Ohh... dono dos rosais,
corre que o ébrio sou eu.

Onde está meu reino
de abelhas insandecidas
com beijos afiados, de espada ?

Onde estâo as rosas quebradas,
que eu pisei no jardim
De canavias à perdiçao...

                                   Luiz

Ao Rei ebrio
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 19/11/2007
Código do texto: T742898

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 20:23)