Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À espada de alguem

O vento sempre sopra a paixao.
E a noite empurra sobria o sofrimento.
"Que horas foram, que horas sao ?"
"Hora de ir para o eterno sacramento!"

Diga que vivi na epoca de aquiles e de apolo,
E lembre-os que ainda estou vivendo.
Diga-os que quando pude, pedi colo
E quando nao, combati morrendo.

A minha espada que esta enterrada com os ossos
Me chama quando eu estou em casa.
Entao eu gosto de lavar meus pecados nos sanguineos poços.
Ate mesmo quando a agua dos teus rios esta raza.

Conte que eu vivi na epoca dos gigantes
E que antes de tudo eu a amei como ninguem.
Lembre-a que eu a amei muito antes
De que eu e minha espada fossemos alguem.

                                           Luiz
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 20/11/2007
Código do texto: T744190

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:55)