Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEDICO À TOA I

Princesa aceite
a corte curta
desse pouco plebeu
sem corte da censura
sem praga de ateu

O som do rádio
no ouvido colado.
O som do cine lotado
Um filme erótico
de fácil aceitação.

Deixe-me dizer
de minha forma
de sobreviver:

Um muito de arte no sangue
sorriso sabre de mangue
caranguejos pelo chão
Um corpo dentro da alma
Uma voz sempre calada
qual uma lâmina calma
Um sol sem luz
Solidão.
Gualberto
Enviado por Gualberto em 30/11/2007
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T759819

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gualberto
Candeias - Bahia - Brasil
34 textos (3308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 05:07)
Gualberto