Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A um poeta

                              Para Armando Gnisci

Há algo
De reconhecidamente meu
No verso que é teu:
O signo,
que me roubas sem pejo,
Devolvendo-me
Palavra e beijo;
Um desafio
da minha palavra
que se perpetua
na tua;
Uma ousadia
Que cruza o horizonte
Dos teus pensamentos,
Que não se enuncia
Mas cria
Moinhos de vento.
Do cruzamento
de nossos discursos,
nasce, mudamente,
lacuna e poesia,
que se quer
sempre eloqüente,
no derramar inconstante
do enunciado,
ou na brevidade
dos nossos silêncios

Shirley Carreira
Enviado por Shirley Carreira em 28/11/2005
Reeditado em 04/12/2005
Código do texto: T77399

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Shirley Carreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
271 textos (19341 leituras)
10 áudios (2666 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:26)
Shirley Carreira