Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grito de amor...

Forte, imenso e
cheio de ternura!
Implacável e destemido,
transpondo as regras
do tempo...
Altivo e silencioso!
Este é o meu "grito" de amor
á vocês...

Adriana e Guilherme


Tentei fingir pra
mim mesma,
que tudo estava normal!
Que a saudade era passageira,
Que o pesadelo era um
fato irreal...
Fiz de minha existência,
algo sem nexo e sem vida!
Alimentando a esperança,
sonhando em vê-los um dia...
O tempo passou e com ele,
foi-se a minha ilusão.
Os sonhos então se findaram,
e a dor mais uma vez,
se fêz presente em meu coração...
Hoje ao relembrá-los,
gostaria que soubessem!
Que parte de mim se foi,
e a outra não me obedece...
Entendi que não se pode,
fugir de nosso lamento.
São provações delicadas,
que marcam cada momento!
Quero gritar para o mundo,
como é grande esta saudade!
Que já não cabe no peito,
que exarceba em quantidade...
Mais a voz se cala com lágrimas,
e não se pode evitar...
O nó que dá na garganta,
a vontade de abraçar!

Dois anos de tristeza, dor e solidão...
O tempo passou depressa, mais a saudade
de vocês, permanecerá para sempre, dentro
de nossos corações!

(Dedico esta poesia, aos anjos de minha vida,
Adriana e Guilherme!)



Izabel Silveira
Enviado por Izabel Silveira em 10/12/2005
Código do texto: T83526

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Izabel Silveira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
41 textos (3420 leituras)
3 áudios (237 audições)
7 e-livros (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:54)
Izabel Silveira