Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ofertório

                         
Aceito as tuas flores,
pois são flores da redenção,
que libertam do cativeiro
os corações angustiados
pelas injustiças humanas..
 
São perfumadas,
para que as  almas se redimam
dos efeitos emanados pelo poder,
daqueles seres que se fazem valer
pelo TER   ostensivo,
e não pelo SER autêntico,
quando não há argumentos
que justifiquem as iniquidades.
 
Contudo a humildade
em aceitar que somos imperfeitos
e portanto sujeitos a inúmeras falhas,
nos leva a deitar olhos sobre os
jardins floridos da natureza,
e assim como as flores tem uma beleza
curta e passageira,
assim nossas dores e tristezas também
costumam durar um tempo
definido, embora duro
e muitas vezes cruel.
 
Mas o que seriam das rosas
se não houvessem os espinhos,
e das hortênsias se não houvesse o frio,
e das margaridas de caule tão frágil,
se o sol não fosse suficiente
para aquecer e
gerar vida.
 
Então nós, pobres seres mortais,
ainda podemos ousar
ir ao encontro da felicidade,
sopesando nosso viver,
buscando a esperança adormecida,
valendo-se da fé,
da generosidade e do calor humano,
transcendendo assim nossas limitações,
renascendo como fênix liberta.
 
E nas flores ofertadas,
renascem as alegrias,
nas faces estampadas,
em cores de sutis poesias.
 
Santos, SP - 28/02/06
17,45 hs
 
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 28/02/2006
Reeditado em 28/09/2015
Código do texto: T117043
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:47)
Guida Linhares

Site do Escritor