Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

              CEUMAR
( texto em revisão) 

Em Minas não tem mar,
mas o céu que nas minhas paisagens pousa
leva longe meu olhar
junto às nuvens navega 
e chega nas águas do mar.

O mar é tão revolto
Em nada se parece com as águas mansas
Do córrego do meu lugar
As campinas são areias
As árvores minhas, lá são palmeiras.

Lavram a terra,
homens heróis que alimentam a cidade
Nas  mãos fazem calos 
Nos corpos suores.
No repousar do labor
as palhas acompanham amores...  

Deus como sou feliz!
Nas minhas Minas, água doce corre ribeira,
Leva vida, leva lenda, leva alegria faceira,
Leva meus olhos ao mar
Meu céu, meu mar...

Meu nome cravado nas dunas
Se desfaz a cada vento
Escreve a doce história
Da mineira que corre os quatro cantos
Entoados ao céu, ao mar, às águas doces do meu lugar
O canto de sereia
O seria Ceumar ? 



Para  Ceumar e seu disco Dindinha. 

Divina Reis Jatobá
Enviado por Divina Reis Jatobá em 26/11/2006
Reeditado em 07/07/2008
Código do texto: T301515

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divina Reis Jatobá
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
289 textos (39970 leituras)
6 áudios (1218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:28)
Divina Reis Jatobá