Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade

 

Nas senzalas do teu olhar
Eu fiz minha prisão
Minha sina é ser teu escravo
Oh Liberdade!
Tu que és dona do meu coração
Me embriaga o teu sorriso
Feito água de alambique
Feito as ervas de pai velho
Meu cafezal florido
É doce ser cativo teu
E só seu.... Ah é sim!
Liberdade! Oh Liberdade
Me acorrenta às tuas verdades
Minha ilusão me faz tão vivo
O teu sorriso trazido pelo perfume do tempo
É minha carta de alforria
E o teu corpo é meu navio negreiro



Paulo Marcos
Enviado por Paulo Marcos em 23/08/2007
Código do texto: T621035

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Marcos
Caetité - Bahia - Brasil, 34 anos
20 textos (1051 leituras)
2 áudios (288 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:06)
Paulo Marcos