Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal dos sonhos (1)



Natal dos sonhos


Natal, noite de luz que já não seduz
Lugar sagrado e hoje degradado
Fizeram da manjedoura
Uma estrebaria terrivelmente fria
Onde já não se vê a luz do dia.


Natal, noite de festa, nefasta
Fé que contrasta e arrasta
Esta humanidade  insana.
Porque loucuras a parte...
Fé ?  poucos ainda  tem !

Natal, silêncio gritante, distante
Porque os  homens não querem ouvir
Fizeram do Natal um carnaval as avessas
Transbordam travessas de promessas
Que sabemos, não vão cumprir.

Noite de Natal, ou será dia Fatal.
Estamos vendo a vida passando
O mundo degringolando, se acabando
A  fome se alastrando, matando
E  não caímos na real.

Natal, que a luz deste dia que brilha e irradia
Traga aos corpos doentes, a semente
Natal, que a  esperança traga aos corações
Sem mais ponderações a  vontade de se doar

Natal, que tuas rimas sejam harmoniosas
E  tuas promessas  amorosas.
Que não exista mesa vazia
E no leito doente, o amor esteja presente.

Natal será sempre Natal!!!
Mesmo que o homem insista
Transformar manjedoura em carro alegórico
A essência do dia, brilhara sempre
Na estrela guia, porque esta luz
E universal.

E porque não dizer!!!!
FELIZ  NATAL


Jbazani
Buscadora
Enviado por Buscadora em 06/12/2005
Código do texto: T81812
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Buscadora
Imbituba - Santa Catarina - Brasil
57 textos (3886 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:12)
Buscadora