Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCONDIDA ESPERANÇA


Agora que você não passa de uma lembrança
meu peito cismou de lembrar você.
Agora que sei que não vou mais ouvir sua voz
minha cabeça repete insistentemente cada frase de amor sua,
cada palavra carinhosa,
cada palavra de desejo.
Agora que não tenho mais seus olhos
os meus se fecham e vejo seu rosto na minha frente,
claro,
limpo,
lindo.
Como sempre.

A lembrança do seu sorriso me corrói;
penso que tantas pessoas te têm por perto e eu não.
E a idéia de que outra boca vai sentir a sua boca
me faz querer desmaiar,
sucumbir,
desesperar.
Sinto náuseas,
meu corpo reclama a falta do seu.
Do seu cheiro,
da sua voz,
do seu carinho que
tão poucas vezes eu senti
e que tão bem me fez.

Quero que o vento leve embora
tudo isso que ficou marcado.
Que leve embora principalmente
isso que cresce conforme a gente se afasta
definitivamente,
absurdamente,
pra sempre.
Ou até amanhã,
só depende de você.
Diana Marques
Enviado por Diana Marques em 29/04/2006
Código do texto: T147474
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Marques
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 32 anos
22 textos (909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:11)
Diana Marques