Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

** Amor Esquecido **

Quantas saudades de minha amada há muito não vista
Alento para minhas desilusões
Bálsamo para meu coração amargurado.

Companheira de tantas noites vividas,
Contra minha vontade tive que deixar-te,
Assim quis o destino, assim é nosso destino.

Viver na ânsia de seu aconchego, de seu toque macio,
Viver na esperança de vê-la novamente,
Ao menos uma vez mais deitar-me junto a ti.

Sentir teu calor, teu cheiro tão familiar,
Quantas saudades de minha amada há muito não vista
Este poema dedico a você, minha cama...
Paulo Martiniano
Enviado por Paulo Martiniano em 21/05/2006
Reeditado em 06/10/2006
Código do texto: T160235
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Martiniano
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
36 textos (10658 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:41)
Paulo Martiniano