Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta a uma amiga virtual

Oi, amiga virtual e sentimental!
Tenho tido a impressão de que todos,
de repente, desaparecemo-nos,
pois não nos damos mais as caras,
nem sequer as palavras
de olá, até, psiu...

Vejo o mundo tão vazio,
na verdade, nem sei se estou vivendo
o exato momento atual,
tamanha é a luta diária
para acumular bens, matérias

para um futuro duvidoso;
sem percebermos que o presente
fora, para o ontem, uma era
igualmente futurística;

sem sequer notarmos o concreto
sentido da vida
que, de tão corrida,
perde-se, paulatinamente.

Como, aos poucos, esvai o senso
de direção, de emoção, de afeição,
e o elevado grau de dissenso
torna o ser propenso
a uma irreversível solidão...
Cid Rodrigues Rubelita
Enviado por Cid Rodrigues Rubelita em 16/06/2006
Código do texto: T176612
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cid Rodrigues Rubelita
Curitiba - Paraná - Brasil
146 textos (4844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:00)
Cid Rodrigues Rubelita