Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Felicidade

 Alguem bateu em minha porta
 Vacilei mas não abri
 Pensei que fosse a saudade
 Que estava a me perseguir

 Bateu de novo
 Mas não insistiu
 Deixou um bilhete
 E para sempre partiu

 Partiu e deixou escrito
 Estas palavras fatais:
 "Sou a felicidade
 e não voltarei jamais"
 
claudemir luiz gomes
Enviado por claudemir luiz gomes em 15/08/2006
Código do texto: T217079
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
claudemir luiz gomes
Carlinda - Mato Grosso - Brasil, 40 anos
13 textos (717 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:22)
claudemir luiz gomes