Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade Eterna

Alguém bateu em minha porta vacilei
não quis abrir, pensando que era a
saudade que veio me persseguir
bateu com força mas depois desistiu,
desceu as escadas em silêncio e para
sempre partiu
Partiu deixando na porta um bilhete,
estas palavras fatais, eu sou a felicidade
e não voltarei jamais.
alcione araujo
Enviado por alcione araujo em 24/08/2006
Código do texto: T224344
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
alcione araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
4 textos (753 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:50)