Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhora

Belvedere

Quando nos conhecemos
eu tinha no rosto
um colorido suave
e a minha voz
um quê
de melodiosa.
Sutis fragrâncias no ar.

O tempo passou.
Incontável.
Hoje nos encontramos
e no meu rosto
ainda o colorido,
mas mesclas
de saudades
das coisas perdidas.
Dizes que estou
a mesma.
Mas é outra a hora.
Chamam-me Senhora.




belvedere
Enviado por belvedere em 27/08/2006
Código do texto: T226421

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Belvedere Bruno). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
belvedere
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
220 textos (73240 leituras)
5 e-livros (1070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:41)
belvedere

Site do Escritor