Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades do que não vivi...

Ai que saudades...
Daquilo que não vivi...
Que saudades sem fim...
Que saudades de suas mão afagando meus cabelos...
De seus lábios pronunciando que me amas...
Palavras que esperei, mas nunca ouvi...
Mas tenho fé e espero um dia poder viver aquilo que não vivi!
Espero abraçá-lo como em meus sonhos e beijá-lo num amor sem fim...
Pois mesmo que nosso amor tenha sido tão curto, ainda espero você!
Nem que demore a vida inteira, mesmo que me case e tenha filhos com outros...
E mesmo que você também siga sua vida com outra...
Ainda assim te amarei, e acredito que também me amas, e no fundo vais me esperar...
Sei que não estamos juntos por causa de egoísmo, e de sua ausência de coragem de lutar pelo nosso amor...
Mesmo assim tenho saudades de você e de nosso amor eterno...
Alenda
Enviado por Alenda em 22/09/2006
Reeditado em 22/09/2006
Código do texto: T246948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alenda
Cascavel - Paraná - Brasil, 33 anos
8 textos (557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:40)
Alenda